Sábado, 07 Dezembro 2019

PROJETO REATIVA HORTAS ESCOLARES E COMUNITÁRIAS

  

  

Previous Next

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Na manhã da última segunda-feira (3), representantes das secretarias de Agricultura, Saúde, Educação, Meio Ambiente e Infraestrutura estiveram reunidos para o planejamento de reativação das HORTAS ESCOLARES E COMUNITÁRIAS.

Na ocasião, o projetista e coordenador da Atenção Básica, Matheus Soares, apresentou o projeto de reativação enfatizando a importância do trabalho intersetorial no fortalecimento das Redes de Atenção à Saúde, e ressaltando a preocupação do prefeito Fernando Teixeira no desenvolvimento de ações desse tipo.

A secretária de Saúde, Socorro Costa, pontuou o impacto que as hortas produzirão nas comunidades quanto à educação social e alimentar delas. Por sua vez, representando a Secretaria de Agricultura, Américo Rocque diz-se muito empolgado com a proposta, uma vez que resultará em impactos significativos para a agricultura familiar. O engenheiro Agrônomo, Inácio e o seu filho Lindyson Fonseca (voluntário no projeto), parabenizaram a iniciativa destacando a própria população como a maior beneficiária. Edson Lopes, titular da pasta de Infraestrutura, disse que o prefeito Fernando Teixeira sempre dará carta branca para as iniciativas que visam o cuidado e a atenção ao povo do Município de Cidelândia, e por fim, afirmou que estará de prontidão para melhor apoiar no que for necessário. Representando a Educação, os professores Valdemar e Bena salientaram que a educação básica necessita de novas metodologias de ensino que resgate os jovens do comodismo e torne a aprendizagem mais significativa.

Sobre o projeto: As hortas escolares e comunitárias são um mecanismo de ensino e aprendizado empírico que, além de reafirmar a importância dos hábitos da alimentação saudável, por meio de alimentos orgânicos/naturais, valorizam aqueles que trabalham diretamente com a agricultura familiar.

No projeto será envolvido todas as secretarias do município de forma a desenvolver a intersetorialidade do trabalho, efetivando uma nova forma de fazer gestão baseada na coletividade das ações.

As escolas selecionadas por critério técnico de disponibilidade de terreno para iniciar o projeto são as unidades escolares Abraão, São Francisco e Nossa Senhora de Fátima (São João do Andirobal). Os terrenos dessas escolas vão receber toda estrutura de insumos e material para desenvolver efetivamente a proposta.

 

Construindo um novo tempo!

Previsão do tempo