Quarta, 12 Mai 2021

CMDCA PREPARA UM 18 DE MAIO DIFERENTE, MAS COM A MESMA MENSAGEM DE ENFRENTAMENTO À VIOLÊNCIA CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES

  

Legendas: Conselheiros em reunião e pose para registro (Fotos: Aline CRAS); registro de uma reunião preparatória em data anterior (Foto: Arquivo/CRAS)

  

Previous Next

Avaliação do Usuário: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Representantes da administração pública e da sociedade civil, que compõem o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), estiveram reunidos na sede do CRAS, na tarde desta terça-feira, 27 de abril, para tratarem da programação alusiva ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes - 18 de Maio.

No entanto, levando em conta o contexto das medidas sanitárias de prevenção em face da pandemia do coronavírus, o CMDCA reconhece que precisa reformular as ações de mobilização para sensibilizar, informar
e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos
de crianças e adolescentes para que se desenvolvam de forma segura e
protegida, livres do abuso e da exploração sexual.

Coordenada pela presidente, Catarina Mendes, a reunião do CMDCA, que contou ainda com representantes do Conselho Tutelar e da Secretaria de Assistência Social, deliberou sugestões acerca do que será implementado neste ano para comemorar o 18 de Maio. A ideia de utilizar panfletos, adesivos, banners, painéis e entrevistas em rádio com mensagens sobre a causa e com os canais por onde esse tipo de crime pode ser denunciado foi apresentada, inclusive a de professores em salas de aula presenciais ou remotas disseminarem o conteúdo desse material informativo e educativo.

Sem a realização de caminhada ou de qualquer outro tipo de evento em praça pública que promova aglomeração, será o novo jeito de levar a mensagem do 18 de Maio à população do Município de Cidelândia.

RELEMBRANDO: O 18 de Maio foi instituído pela Lei Federal 9.970/00, e é resultado da luta pelos Direitos de crianças e adolescentes no Brasil. Foi escolhido porque nessa data do ano de 1973, em Vitória - capital do Estado do Espírito Santo, uma criança de 8 anos, Araceli Cabrera Sánchez Crespo, é raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta daquela capital.

Um novo tempo já chegou!

Fonte: ASCOM/PMC

Weblogo2021.fw

CNPJ: 01.610.134/0001-97
Av. Senador La Roque, s/n - Centro
Cep: 65921-000 - Cidelândia/MA
Telefone (99) 99644-0226
Whatsapp (99) 8805-4715

Horário de Atendimento:
08:00 às 12:00hs e das 14:00 às 17:00hs


FALE CONOSCO

Redes Sociais